Confira a sinopse afro da Imperatriz Ludovicense

LOGO 2016_FINAL

Sansakroma: A fênix africana

 

O vento forte ao longe traz a mensagem de esperança,

Um brilho dourado esparrama-se sobre a tela celestial;

Surge uma ave fantástica, lendária no imaginário da criança,

Fênix sagrada que sempre  protegerá os pequenos do mal.

Altaneiro símbolo que guia seu povo em união,

A uma nova África com respeito e cultura em expansão.

 

Dos Zulus és Sansakroma, a coragem de todo dia,

Benu é o sol a renascer ao longe, para os egípcios festejar;

Para os Bokongos é o pressagio de vitória e alegria,

Falcão sagrado dos Iorubas, a unir e reverenciar.

Bantos, Ndebeles, Mossi e outros que a ela buscam crescer,

Sobe um imponente voo para a pan-africanismo florescer.

 

Personificada em ações dessa gente guerreira;

Foi o grito de independência de Lumumba, Nyerere e tantos mais;

O discurso de resistência de Nkrumah e Senghor à submissão estrangeira,

“Sansa Kroma / Nena yo / Keke  kokomba…” ecoou as suplicas dos pais.

Do jovem Mandela foi a luz da insistência, a luta pelo fim do apartheid,

E tornou-se  Madiba em sua incessante busca pela igualdade.

 

Mesmo violentamente espalhados, seguiram com seus orgulhos e valores,

Que segue em um voo coletivo, africano sonho para cultura libertar.

Em cada dança, música e conto  ainda ecoa os brados dos tambores,

Que resiste intensamente as opressões, e pela justiça sempre lutar;

Como Julio e Débora D’Zambê os desbravadores da identidade brasileira,

Pássaros Sansakroma que resgatam a cultura verdadeira.

 

Pesquisa e texto: Leandro Ramos.

 

Glossário

Zulus, Bokongos, Iorubas, Bamtos, Ndebeles e Mossi – Tradicionais grupos étnico africanos;

Benu – Pássaro sagrado do antigo Egito; fênix criada do fogo, relacionada aos deuses da criação e ao sol;

Pan-africanismo – Movimento que busca o desenvolvimento da unidade e da solidariedade entre os países da África;

Lumumba e Nyerere – Patrice Lumumba e  Julius Nyerere foram lideres anti-coloniais e lutaram para independência do Congo e Tanzânia respectivamente. Lumumba foi eleito Primeiro-ministro do Congo e Nyerere presidente da Tanzânia. Ambos adotaram políticas de valorização à educação e cultura;

Nkrumah e Senghor – Kwame Nkrumah  e Léopold Senghor foi um líderes políticos africano, adeptos ao discurso do Pan-Africanismo. Governaram Gana e Senegal respectivamente. Nkumah organizava congressos para a descolonização africana pela Europa, Senghor defendia em seus livros a cultura e tradição negra;

Julio e Débora D’Zambê –  Nasceram em São Paulo, Professores de Arte , Músicos e Contadores de Histórias. São fundadores do projeto Sansakroma, que busca a valorização da cultura africana.

 

REGRAS DO CONCURSO DE SAMBA-ENREDO

– O compositor pode enviar quantos sambas quiser, seja solo ou com parceria;

– A gravação pode ser à capella (só com voz) ou com bateria de fundo;

– Os sambas devem ser enviados em mp3 ou wma para marcelolvferreira@gmail.com

Qualquer dúvida, entrar em contato com o presidente Marcelo Ferreira, Vice-presidente Matheus Bianck, Diretor de carnaval Cecel Altaneiros ou carnavalesco Leandro Ramos.

– A escola recebe sambas até às 23h59min do dia 20 de fevereiro de 2016.

Abraços, Jakare.

Comentários do Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *