Veja o enredo da Mocidade Paulistana para o Grupo B da LIESV!

Apostando no medo e em histórias de terror, a Mocidade Paulistana ruma para sua estreia na LIESV visando fazer um bom trabalho e disputar uma vaga no Grupo A de 2018!

Confira a ficha técnica da escola:

G.R.E.S.V. Mocidade Paulistana

Presidente: Denis Rafael Carnavalesco: Denis Rafael
Intérprete: Denis Rafael
Cores: Sete Cores do Arco Iris
Símbolo: Casal de Malandro e Passista
Cidade-Sede: São Paulo – SP
Data de Fundação: 12/07/2016

Enredo 2017: “Além da Imaginação
Um DESCOLORIRÁ”

Nossos sonhos não tem limites…

Me pergunto, sonhar não custa nada?

Vivemos sempre em busca de um dia melhor, contanto com a esperança capaz de transformar nossa realidade numa linda fantasia, enfeitando de cores e brilhos da imaginação.
Hoje a Mocidade Paulistana embarca numa viagem de ilusão ao mundo imaginário e multicor infantil.
descobrindo as formas que a vida nos oferece, podemos desenhar nosso futuro mais no fim, somente o destino dirá o que virá.
Nesse carnaval vamos Sonhar na passarela da LIESV desenhando, e colorindo as novas vidas.

Sinopse
Sou um artista riscando meu destino criando em minha mente um menino sonhador, sobre uma folha branca qualquer pura como sua inocência brinco de ser rei em um mundo que criei, o Sol sorriu pra mim, e seus raios me dão boas vindas.
Vamos pincelar a imaginação e um castelo de sonhos construir, ao entrar no Castelo vejo fadas pairando no ar rei cortejando rainhas, formando palmilhados entre curvas e retas, subidas e descidas caindo como uma luva em cada mão, ganhando super poderes a cada dia um novo amanhã.

Nada, portanto, nos impede de acreditar no
Nossos sonhos passando por tempestade chuva que não para ter fé é acreditar que a tristeza vai embora pra lá bem longe, nascendo o encanto que logo se espalha pelo ar, nesse papel com dois traços desenho um guarda-chuva, danço sobre o vento sinto meus pés flutuarem,sobrevoando então o céu, eu vou posso voar como uma linda gaivota, livre e solta, bela a pairar, contornando a imensa curva norte e sul.

Tomara que essa viagem não tenha fim que eu possa passar por Havaí, pequim, Istambul, vivendo intensamente cada segundo essa felicidade.

Do infinito o imenso mar vou navegando tanto o céu, tanto o mar, com um barco a velar na cor branca da paz. Que segue seu destino, e nesse altos e baixos sei que sou um passageiro um menino sonhador voo, feito por um lindo avião rosa e grená, com luzes a piscar, enfeita o céu de cada um de nós.
num verdadeiro festival de estrelas. As quais também abrilhantam nosso navio que está de partida em busca de uma passarela a aquarela de sonhos.

No meio do caminho sinto que não tenho mais asas para voar, Mas sei que preciso continuar, num giro traço um mundo de uma América a outra, passa num segundo É quando o menino que tanto sonhou chega ao Muro da Vida.

O muro da realidade, aquele que é gigante duro, e real, E ali entretanto, logo em frente, a esperar pela gente, o futuro está.

Mas, o que virá que futuro será esse?

O futuro se ver como uma astronave veloz e iluminada, que passamos o tempo todo tentando pilotar. Contudo, o tempo não espera ele tem pressa e nos acelera aplicando regras. Fazendo o nossos sonhos ter um preço e na aquarela da vida real, nos pinta um quadro de uma realidade adulta o preto no branco ganham formas. Somos então protagonista da vida, com papéis que às vezes nos faz rir, e chorar e, assim caminha o menino que tanto sonhou, por uma estrada que não nos cabe saber ou antever o que virá. Só nos resta continuar vivendo e lutando, por que o fim dela ninguém sabe ao certo onde vai dar. Porque no jogo da vida é perder ou ganhar. Não podemos perder o que sempre foi nosso a fé, que é famosa em não falhar.

Entretanto, os 20 minutos de cor e ilusão que um dia enfim, à de terminar com um final o descolorirá.

Foram momentos inesquecíveis
Na nossa imaginação o tempo nunca vai parar e nele sempre viverá uma doce criança que te gerou experiências.

Denis Rafael Presidente/Carnavalesco

 

 

Comentários do Facebook