Vai e Volta viaja pelo mundo encantado de Monteiro Lobato para fazer sua estréia no Carnaval Virtual

Escola de Guarulhos fará sua estreia no Carnaval de 2020 contando, na passarela virtual, as histórias de Monteiro Lobato.

Título do enredo:
No mundo encantado, Vai e Volta canta Monteiro Lobato

Sinopse:
No interior de Taubaté, na fazenda de Santa Maria, jovens brincam incansavelmente, mas um deles era diferente, desde jovem sempre “rabiscando” pedaços de papel. Na biblioteca da Chácara de Visconde, a magia começava entre linhas e versos, o destino reservava o mundo da literatura para Monteiro Lobato. De promotor à fazendeiro e escritor, nessa virada surgem as grandes obras que marcarão a eternidade. Com a “velha praga de fazendeiro” no meio de São Paulo o mundo te conheceu, e o encanto para as crianças amentou. No interior triste de São Paulo abandonado por tudo e por todos, um “urupê” triste à beira do lago declama sua tristeza. De roupa simples e pouca higiene, Jeca Tatu entra em cena, o marmanjo preguiçoso conquistou todo o Brasil com seu jeito desastrado. O poeta que só as crianças entenderam, assim foi marcado o seu legado com o Sitio do Pica-pau Amarelo. Quem não se lembra do encanto do Pedrinho com sua parceira Narizinho? Tia Anastácia na cozinha tinha a mão cheia, e as crianças ouvindo historias com a Dona Benta. Na floresta mística cuca e saci fazendo você sorrir, o porco que roubava comida rabicó era só alegria. Com sua cartola ele aprontava, Pedrinho sempre lhe chama Visconde de Sabugosa. E a boneca mais querida, doce Emília sempre com “um gosto horrível de sapo”, sempre falando as asneiras. “Um pais se faz com homens e livros”, sempre patriota sempre deixou bem claro seu amor pelo Brasil, na exploração do petróleo ajudou e se tornou empreendedor. Sempre pensando em nossas crianças, na educação que um dia irá de melhorar. “Ainda acabo fazendo livros onde nossas crianças possam morar”, de forma alegre e contagiante o Vai e Volta vem prestar essa querida homenagem ao poeta que só as crianças entenderam.

Autor do enredo: Gabriel Fagundes

Não haverá concurso de samba, ele será encomendado pela escola.

Comentários do Facebook