Última escola inscrita, Dragões Reais cantará os retirantes nordestinos no Carnaval Virtual 2018.

No último dia de inscrições, a Dragões Reais efetivou seu cadastro para disputar o Carnaval Virtual LIESV 2018. A escola sediada em Bagé-RS irá contar na Passarela Virtual João Jorge 30 em 2018 a história dos retirantes nordestinos, começando dos motivos que os fizeram migrar, até suas obras artísticas. Segundo Cris Machado, presidente da escola, cada ala ou carro vai representar uma obra, canção, livro, quadro, escultura, cordel e outras obras bem conhecidas da história dos retirantes nordestinos. Ao ser questionado sobre a expectativa pra 2018, Cris foi enfático e confiante: “A expectativa é só uma, desfilar 2019 no Grupo Acesso A!”
Confira abaixo a sinopse do enredo e as regras do concurso de samba da escola:

Enredo 2018: “A VIDA IMITA A ARTE E A ARTE IMITA A VIDA – A DRAGÕES CANTA NA AVENIDA A SAGA DESSA GENTE SOFRIDA”

Sinopse:

O sertanejo, é antes de mais nada, um símbolo de luta para o povo brasileiro:
A resistência dos miseráveis contra a opressão dos poderosos, como retratado em VIDA E MORTE SEVERINA, de JOÃO CABRAL DE MELO NETO e também no filme DEUS E O DIABO NA TERRA DO SOL, de GLAUBER ROCHA. A revolta contra o sistema acontecida em Canudos e liderada por Antonio Conselheiro, mostrada na obra OS SERTÕES de EUCLIDES DA CUNHA. Outro expoente da alma guerreira desse povo é Lampião, famoso cangaceiro.
Nas paisagens áridas, constantemente se avista, o mandacaru, o calango, o jegue, o crânio de boi sobre o chão rachado. A brava luta dos nordestinos contra as adversidades naturais de sua terra natal, a seca, a maior delas, força geradora da fome, a paisagem árida é descrevida em O SERTANEJO, de JOSÉ DE ALENCAR, e suas complicações, mais aprofundadas em VIDAS SECAS, de GRACILIANO RAMOS.
O nordestino é um sujeito de fé, prova disso é O AUTO DA COMPADECIDA, de ARIANO SUASSUNA, onde bem e mal, lutam constantemente pela sua alma. Além da fé dos romeiros em Padre Cícero, e das festas religiosas como o REIZADO.
Essa gente é também alegre, apesar de todos os dissabores da vida, as FESTAS JUNINAS e o MARACATU são provas disso.
A arte nordestina mostra o potencial desse povo que transforma as suas dificuldades em beleza, CANTA DE LA QUE EU CANTO DE CA, cordel, as esculturas de MESTRE VITALINO, as Carrancas do São Francisco, Bumba-Meu-Boi, Reizado, músicas e danças típicas, como Baião, Chachado, Forró, etc.
Mas, tem vezes que o peito não aguenta tanta dor, tanto sofrimento, tanto dissabor, e o nordestino tem que deixar a sua terra, seu chão rachado, e se ir no pau-de-arara numa longa jornada, geralmente, com destino a São Paulo, a verdadeira capital do nordeste, a cidade que contém a maior população de imigrantes vindos do nordeste. Essa epopéia é retratada em diversas obras, como OS RETIRANTES, de CANDIDO PORTINARI, a canção ASA BRANCA de LUIZ GONZAGA.
Essa justa uma homenagem ao povo nordestino, inspirador de grandes obras, e de sua constante luta contra as adversidades sociais e naturais do nordeste, a fome que assola, principalmente no agreste, na caatinga, no cariri, A Dragões Reais traz pra avenida, uma visão artística, o olhar dos autores dessas obras citadas sobre o lugar e o povo da região, É A VIDA IMITANDO A ARTE E A ARTE IMITANDO A VIDA.

Autor: CIRO RODRIGUES MACHADO

Regras para o Concurso de Samba de Enredo da Dragões Reais:

PRIMEIRAMENTE QUEREMOS DIZER QUE TODOS OS COMPOSITORES SÃO BEM VINDOS AO CONCURSO DE ESCOLHA DE SAMBA DE NOSSA ESCOLA, A DRAGÕES REAIS, do pavilhão AZUL E AMARELO, desde já agradece.

PEDIMOS QUE OS AUTORES MOSTREM TODO O TALENTO, QUE SABEMOS QUE POSSUEM NESSA MISSÃO PROPOSTA. E QUE SE SINTAM LIVRES PARA CRIAR.

– AS OBRAS CITADAS NA SINOPSE, NÃO PRECISAM SER CITADAS NA SUA MAIORIA, NA VERDADE, NÃO É ISSO QUE BUSCAMOS, DAMOS PREFERÊNCIA A SAMBAS MAIS LIVRES.

– ENVIAR OS SAMBAS ATÉ AS 23:59HRS DO DIA 24/04/2018 PARA O EMAIL: cirormachado@hotmail.com

– AS OBRAS MAIS PERTINENTES AO ENREDO SÃO os retirantes, asa branca, o auto da compadecida, MAS TODAS AS CITADAS DEVEM APARECER NO DESFILE, ENTÃO, SINTAM-SE LIVRES PARA CITÁ-LAS, POREM NÃO QUEREMOS QUE SACRIFIQUEM A COMPOSIÇÃO PARA FAZER CITAÇÕES.

-O LINGUAJAR NORDESTINO E SUAS PALAVRAS, SE BEM APLICADOS SÃO BEM VINDOS NO SAMBA (vide: portela 2018, dragões da real 2017, unidos de padre miguel 2015, salgueiro 2012, mangueira 2002) exemplos: CABRA DA PESTE, CABRA MACHO, PADIM PADI CIÇO, MANDACARU, CHÃO RACHADO, OXENTE, DANADA, APERRIADO, PAU DE ARARA, FORRÓ, VALENTIA, ARRETADA, ARRASTAPÉ, SUMPAULO, etc.

CASO QUEIRAM INSERIR ALGO NA LETRA NÃO PRESENTE NO ENREDO, SE ACHARMOS QUE É CABÍVEL, PODE SER CONSIDERADO, EXEMPLO, O FATO DE CONCEBER UMA HISTÓRIA EM FORMA DE SAMBA.

O SAMBA É LIVRE TAMBÉM QUANTO AO MODO, SE CONTADO EM PRIMEIRA PESSOA, SEGUNDA, TANTO FAZ, DEPENDE DA PERTINÊNCIA.

O FOCO PRINCIPAL É A SECA NORDESTINA, O SOFRIMENTO E A FORÇA DOS NORDESTINOS, OS RETIRANTES, E A ALEGRIA TAMBÉM

AGRADECEMOS A TODOS

Comentários do Facebook