ENTREVISTAS 2019: Mocidade Imperial da Matinha quer fazer um desfile superior em 2019

Indo para seu segundo Carnaval Virtual, a ordem na Mocidade Imperial da Matinha é superar o Carnaval de 2018. De acordo com o presidente Igor Medeiros, a escola buscou aprender com os erros de 2018 para fazer em 2019 o desfile melhor e buscar um tão sonhado acesso ao Grupo A.

Qual é o projeto da escola de samba para o carnaval de 2019?

R: Através do nosso enredo crítico fazer um carnaval melhor que o do ano anterior.

O que levou a escola de samba aceitar esse projeto?

R: O tema ser tão antigo e ao mesmo tempo tão atual.

Quais eram as ideias inicias de enredo para o carnaval 2019?

R: Por em debate as questões indígenas, que a cada ano são ainda mais desprezadas.

Qual foi a inspiração e o processo de desenvolvimento do enredo para o carnaval de 2019?

R: O livro ” Contos da Ameríndia Colonial” e o documentário “Martírio” sem duvidas foram uma grande inspiração para a criação e desenvolvimento do projeto.

O que podemos esperar da escola de samba para o carnaval 2019?

R: Uma apresentação que irá fazer o público refletir sobre o tratamento com os povos nativos na história antiga e recente.

Pode nos adiantar algum desenho e nos falar o que representará no desfile?

R: Claro, mas só um pedaço! O desenho representa os governantes manipulando as forças policiais contra os indígenas e a favor dos interesses dos empresários fazendeiros que os financiam.

Considerações finais

A Mocidade Imperial da Matinha espera em 2019 fazer um carnaval superior ao de 2018, além de cumprir seu papel de fazer refletir questões deixadas de lado ou tratadas de maneira equivocada.

A Mocidade Imperial da Matinha é a 5ª escola a desfilar na sexta do Acesso B. 

Para conhecer a LIESV acesse o nosso site clicando aqui. Curta a nossa FanPage no Facebook e faça parte do nosso grupo também no Facebook.

Comentários do Facebook