Em 2020, Caprichosos da Harmonia busca os caminhos da paz

Para o carnaval de 2020, a Caprichosos da Harmonia busca inovar, e trará para a passarela virtual o enredo “Os Caminhos que levam à Paz”, onde a ideia central é contar um pouco da cultura Hastafari. O objetivo da escola, é trazer diversas outras histórias e culturas dentro do mesmo enredo.

“1- Iremos abordar uma temática um pouco diferente para o carnaval, mas que tem muita força e muito a nos ensinar, mas mantendo sempre a nossa essência.

2- Nosso enredo é bastante complexo e rico, então o nosso maior desafio é deixa-lo o mais carnavalizado possível e de fácil leitura. Apesar de manter segredo em relação às nossas alegorias e alas, podemos antecipar que a Caprichosos investirá em uma nova proposta visual para o seu carnaval.

3- Além de termos um enredo totalmente explorativo, temos uma equipe forte e capacitada. Queremod buscar primeiramente o firmamento no carnaval virtual pois será apenas o nosso segundo desfile, estaremos em busca também de um reconhecimento e quem sabe do nosso primeiro título.

4- Nós iremos realizar a disputa:

Os sambas concorrentes deverão ser enviados até o dia 22 de abril para o e-mail: gresvcaprichososdaharmonia@gmail.com ou para o Whatsapp (21 968387945) com letra e áudio, podendo ser solo ou em parceria (dúvidas nos contatos citados ou na página do Facebook).

5- Iremos trazer bastante novidades, nosso enredo nos proporciona isso. Supreenderemos e emocionaremos muita gente.

6- Desejamos um excelente
Desejamos que, em 2020, todas as escolas possam realizar lindos desfiles, enaltecendo assim todos os esforços qie circundam o carnaval virtual apesar de todas as dificuldades.”

Leonardo Rodrigues – Presidente

Confira a sinopse:


Os caminhos da paz

Criança, não se preocupa com coisa alguma!

Venha sorrir com o sol nascendo! Ele está brilhando.

Basta apenas uma pequena luz para iluminar a escuridão.

Três passarinhos estiveram na minha porta cantando doces canções de melodias puras e verdadeiras. E uma delas é a minha mensagem para você:

Fiquei sabendo que o mundo não anda nada bem. Algumas pessoas se perderam pelo vale da sombra da morte. É por isso que precisamos dar as mãos e andarmos pelos caminhos que nos levam ao encontro da paz. Se todos nós dermos as mãos, quem sacará as armas?

O primeiro caminho é o Amor, o maior poder que trazemos conosco e que nos foi ensinado pelo nazareno que guiou multidões.

Criança, não chora pelo que lhe foi tirado, e sim aprenda a amar o que lhe foi dado! Ama a vida que você vive! Viva a vida que você ama! Lhe digo que temos o sangue Real Salomônico, somos os bravos Leões de Judá e nossos dreads mostram a coragem que nos foi herdada. O nosso caminho foi moldado pelas mãos amorosas daqueles que foram trazidos de longe. É por isso que nosso amor é mais forte que os devaneios babilônicos.

Um só amor, um só coração.

O segundo caminho é o da , aquela chama que lhe aquece em noites escuras. Desde que Ras Tafári foi coroado, nosso “Príncipe Negro da Paz”, a fé reacendeu em nossos corações. Tenho espalhado minhas orações em forma de canções, para que elas cheguem aos corações das pessoas. Assim como minhas músicas, que os ensinamentos de Mahatma Gandhi orientem, que as palavras de Mohamad Al Bukai inspirem, que o exemplo de vida de irmã Dulce transforme, que Dalai Lama nos guie, que a força de Raoni seja sentida, que a unção da Mãe Stella de Oxóssi nos purifique, que Chico Xavier nos fortaleça e que a luz de Jah nos incendeie como o Cálice Flamejante de Ganjah.

O terceiro caminho para a paz é o Respeito pelo seu passado e pelo que você é no presente. Honra a memória dos seus anciãos! Celebra o seu corpo como o seu templo mais importante e o mantenha abençoado pelo alimento puro, limpo e natural, nosso Ital do amor. Respeita a Mãe Natureza e o próximo! Comemora a diferença, pois a cor da pele não é mais importante que a cor dos olhos. Ainda que habitemos corpos diferentes, estamos unidos espiritualmente. Você faz parte de mim e eu faço parte de você.

O quarto caminho é a União. Só tem uma coisa que eu quero muito: que a humanidade vida unida. É no carnaval que todos nós nos encontramos para confraternizar a vida. É no carnaval que podemos vestir nossa melhor fantasia e embarcar na Black Star Line rumo ao Paraíso de Sião, nossa Zion, a terra da liberdade, a terra prometida, à terra dos nossos ancestrais africanos. Hoje o verde, o dourado, o vermelho e o preto se unem ao azul da Caprichosos da Harmonia. Ao som dos tambores de Nyabhingi, eu lhe trago a paz do Fundê, a força do Bumbo e o protesto do Aketê. É ao som do carna-reggae que iremos abalar os pilares da Babilônia e lhes mostrar o caminho.

Criança, eu lhe digo: cada pequena coisa ficará bem!

Acredite em mim! Vamos seguir juntos e ficaremos bem!

Assinado: Robert Nesta Marley

Autor da sinopse: Jhonathan Martiniano

Carnavalescos: Douglas Souza e Jhonathan Martiniano

Referências:

ALBUQUERQUE, André Duarte P. de. Rastafari: cura para as nações – Uma perspectiva brasileira. São Paulo: Phoenix, 2017.

BARNETT, Michael. The Rastafári Movement: a north american and caribbean perspective. Londres, Reino Unido: Taylor & Francis, 2017. 

BARRET, Leonard E. The Rastafarians. Boston, Massachusetts, Estados Unidos: Beacon Press, 1992.

CLARKE, Peter Bernard. Black Paradise: Rastafarian movement. Reino Unido: The Aquarian Press, 1986.

THREE Little Birds. Intérprete: Bob Marley & The Fabulous Wailers. Compositor: Bob Marley. In: Legend. Intérprete: Bob Marley. Jamaica/Reino Unido/Estados Unidos: Tuff Gong, 1984. 1 disco vinil, lado A, faixa 4 (3 min.). 

ONE Love. Intérprete: Bob Marley & The Fabulous Wailers. Compositor: Bob Marley, Curtis Mayfield. In: Exodus. Intérprete: Bob Marley. Jamaica/Reino Unido: Tuff Gong, Island Records, 1977. 1 disco vinil, lado 2, faixa 5 (2:53 min.). 

Comentários do Facebook