Conheça os concorrentes da Imperatriz Ludovicense

Imperatriz Ludovicense é mais uma agremiação a divulgar seus sambas concorrentes para o Carnaval Virtual 2019. A agremiação vem para mais um desfile no Grupo Especial com o enredo “Jack” é Carnaval de autoria de Cleiton Almeida. A escola recebeu 5 sambas.

O samba campeão será anunciado em breve aqui no Portal.

Confira abaixo os sambas concorrentes.



Samba 1: Joao Marcello, Charles do Cavaco, Wilson Bizzar e Cecel Altaneiros

Numa noite enluarada, a ema gemeu
No Jurema de rituais e magia
Um forte brado anuncia
É Carnaval, é prazer, é alegria!
E à luz da antropofagia
Jack se fez artista popular
Agora Jack é Zé, Zé Quelé, Zé João!
Zum, zum, zum vem chegando a bateria
Num tum tum tum que arrepia!
A ema dá o tom da canção
No samba aqui do meu sertao   Bis
Tio Sam também entrou na roda
Desajeitado, tocando seu tamborim
Vozes negras ecoam pelos guetos
Resistindo ao preconceito
Poesias versam liberdade
Canto e dança, brasilidade
Um verdadeiro caldeirão cultural
Traz a Imperatriz no seu carnaval!
Puxa o fole sanfoneiro
Tem arrasta pé meu povo
A Ludovicense vem arretada
pra Jorge Trinta de novo        Bis




Samba 2: Claudio Sampaio

Que canto é aquele que vem acolá,

Na linda cadência que me faz feliz?

Melhor não há,

É o povo guerreiro da Imperatriz!

Ê menino Zé, broto da Flora mulher,

No tum, tum, tum da zabumba a tocar.

Sanfona no forró, tem pereré,

Coco e arrasta-pé, xote e baião pra dançar.

Na ponta dos dedos,

Na palma da mão,

No calor do rufar do pandeiro.

Misturo Chiclete e Banana,

Miami com Copacabana.

É Samba-Rock, meu irmão! Som brasileiro.

A,E,I,O,U, Imperatriz.

Gritava Sebastiana, como tem Zé no país!

A Ema gemeu, vou te alucinar.

Ludovicense no Tronco do Juremá.

Comprasse? Comprei!

Pagasse? Paguei!

O sapo dança e coaxa na lagoa.

Vestido de chita, lá vem Tio Sam

Com as baianas,  numa embolada boa.

Caju e Castanha pro povo em geral,

Na indomável batucada virtual.

Já que é Carnaval,

Entra no ouvido a voz

Da cultura negra.

Alma africana, a mente a arrebatar.

Sai pela boca e faz a pele arrepiar.

Sou folião de um centenário altaneiro.

Brasilidade da cultura nacional.

Noite arretada sob o som de um pandeiro…

Jack é Carnaval!




Samba 3: Cláudio Bardelli Jr.; JMauro e Marco Maciel

Decanto a Paraíba, eterno amor
Vai passar o zabumbeiro
Num ritmo brasileiro
Que leva meu corpo com fervor
São tantos Zés
Diz no pé, vai na fé
Firma a marcação, no tom da felicidade
Sebastiana, o brado da prosperidade
Vem na ginga do sapo
No forró em Limoeiro
Daquele caboclo brejeiro

A, E, I, O ,U…psilone
Embola com teu nome BIS
Sou Ludovicense

Toca a sanfona, meu bem
Que eu quero um dengo, também
No oco do coco a levada me embala
Eu vou no xote arretado

Xaxado no zum zum zum
Esse jogo não pode ser um BIS

Ê Tio Sam, que chita bacana
No bebop ao som do tamborim
Um sabor de chiclete com banana
Borborema sagrada, Flor abençoada
Cabra da peste, o swing da voz
No ritmo é coroado
Oh meu rei, olhe por nós
Nesses Cem anos, eu tiro o chapéu
Zé Filho é Jackson, um Guerreiro
Caboclo Brasileiro

Ô ema, geme pra juremá
Que o samba vai começar
Toca o pandeiro BIS
Coração feliz
Canta Imperatriz




Samba 4: Ronaldo Júnior

É Zé João, é Zé Pilão, é Zé Maleta
Hoje quem fala mais alto traz na voz a Paraíba
Esse som é brasileiro e não importa o que se diga
É de Zé, e é de Jack
Geme a ema e a gente vibra
(É Zé Negão)

Se é samba que eles querem
Quem sou eu pra lhes negar
Fala Imperatriz, que a hora é essa!
Sebastiana convidando pra xaxar
Deixa pra lá o luar
Vai queimar o sol das dez
Que é pra arder o chão sob os seus pés
E te fazer mexer
Sentir calor na alma
Na palma da mão vem fazendo a batida
Balança e não cai
Não sai do compasso

Quem vem de lá
Faz o Tio Sam sambar
Faz o Tio Sam sambar

Parece até
Uma casaca quando começa a cantar
Parece até
Um violeiro num galope à beira-mar

Outra batida no couro
Forrozeando pela vida
Misturar banana com chiclete dá manchete
E pede mais
O povo pede mais
De ti
Quem não te viu, vai ver
E quem te viu, não vai te esquecer
Jamais
Jackson dá outra no pandeiro em Limoeiro
E o nosso samba
Firma o orgulho de ser verdadeiro




Samba 5: Igor Antônio

por todo o céu só estrelas brilham
grandes mistérios essa noite guarda
O coração bate mais forte, acelera
O som se amplifica, propaga
No embalo gostoso do xote ajuremado
Pandeiro embalado e o povo então feliz
Se a ema dá o tom, grita Sebastiana
A, E, I, O, U Imperatriz

Era só mais um Zé
Um filho do sertão
Jack Soul do Pandeiro
A música é salvação

Deixa eu chachoalhar
Arrasta o pé, a embolada tá boa
Gruda teu corpo no meu
Vem do jeito que quiser
Tio Sam segura, que hoje eu tô atoa
É carnaval, é som de negro, voz de marginalizado
Canto da massa, resistência, brado
Que em transe nos liberta a poesia
Eu tô que tô feito zabumba alucinado
Quero ver ficar parado
Arretada energia!

Ludovicense minha luz, meu canto
Jack é carnaval!
Transborda alegria na avenida
Minha paixão imortal
Felicidade se eleva neste sonho sem igual




Para conhecer a LIESV acesse o nosso site clicando aqui. Curta a nossa FanPage no Facebook e faça parte do nosso grupo também no Facebook. Entre no nosso Chat do WhatsApp.



Comentários do Facebook