Buscando humor e irreverência, Castelo cantará os Mamonas Assassinas! Leia a sinopse.

Vinda de Bauru/SP, a Castelo prepara uma grandiosa homenagem a uma das principais bandas que fizeram sucesso no Brasil na década de 90. O presidente e carnavalesco Danilo Santiago falou um pouco da proposta de enredo e de sua expectativa na estreia no Carnaval Virtual. “A Castelo fará o seu desfile de estreia com muito humor e irreverência, trazendo um enredo sobre a saudosa banda Mamonas Assassinas, falando como eles reescreveram a história da música e marcaram uma geração. Nossa expectativa para o carnaval 2018 é mostrar nosso trabalho com competência e mostrar ao Brasil que os apaixonados por carnaval, nunca irão deixar o samba morrer.”

Confira abaixo a sinopse do enredo e as regras do concurso de samba.

Enredo 2018: “Saudades temos… Mamonas Assassinas – Um Meteoro que alegrou a nossa vida!

Sinopse:

No ano de 2018 nossa Escola traz para o carnaval virtual a irreverência, alegria e humor da banda que emplacou sucessos meteóricos no ano de 1996 – Mamonas Assassinas.

A banda formada por Dinho, Samuel, Júlio, Sérgio e Bento – lançou apenas um álbum em sua carreira. O disco vendeu 3 milhões de cópias em menos de um ano, quebrando o recorde mundial de disco mais vendido em menos de 1 ano. E no Brasil bateu o recorde de venda mais rápida – 25 mil cópias vendidas em menos de 12h.

Os jovens traziam alegria a todos os lugares onde faziam shows ou se apresentam. O SBT conseguiu sua 2ª maior audiência da história com a apresentação dos garotos no quadro do apresentador Gugu Liberato no programa Domingo Legal, índices do IBOPE registraram picos de 47 pontos.

Com músicas escrachadas, os meninos de Guarulhos conquistaram multidões. A família brasileira se reunia aos domingos em frente a Televisão para ver as apresentações do grupo, e mesmo com músicas com temas impróprios, agradavam todas as idades.

Os sucessos da banda Mamonas Assassinas grudavam como chiclete, difícil uma pessoa que não cantasse, gostasse ou conhecesse as músicas e a banda. Sucessos como: Pelados em Santos, vira-vira e robocop gay marcaram a década de 90.

Os mamonas – como eram chamados – gostavam de dar entrevistas e se filmarem fazendo piadas e tirando sarro da própria morte, tudo era motivo de brincadeira.

Toda essa alegria e comoção que os garotos apresentavam, veio a acabar no dia 02/03/1996, com o acidente fatal que os tirou a vida na serra da Cantareira.

O avião que estava a banda, um jato executivo Learjet 25D modelo prefixo PT-LSD, levando 7 passageiros e 2 tripulantes, chocou-se na Serra da Cantareira, infelizmente não houve sobrevivente.
A Castelo vem contar uma história de alegria, mas não podemos nos esquecer da dor que a nação sentiu ao perder a Banda que emplacou sucessos meteóricos. Todos os integrantes tinham fortes ligações com aviões e moravam perto do aeroporto de Guarulhos/SP.

Estimula-se que 65 mil pessoas acompanharam o enterro dos jovens.

Dinho, Samuel, Júlio, Bento e Sérgio, deixaram sua marca na música e na história cultural do Brasil. E é com muito orgulho que a Escola Virtual de samba Castelo faz essa grande homenagem a esses Saudosos Artístas.

Autor: Danilo Santiago Moraes

Regras para o Concurso de Samba de Enredo da Escola Castelo:

Sugestão do carnavalesco é ouvir o samba da Vila isabel 2010 sobre Noel.

– Prazo para entrega dos sambas: Até as 23:59 hrs do dia 03/04/2018;
– Todos podem participar, em parceria ou solo;
– O áudio deve conter pelo menos 2 passadas do samba, com ou sem instrumentos;
– O áudio (MP3) e a letra (Word) devem ser enviados para o email:
Gresvirtualcastelo@outlook.com
– Em caso de dúvidas entrem em contato conosco!

Gostariamos de um samba enredo melódico e que mexesse com sentimentos, levasse-nos a sonhar com lembranças mas que também nos trouxessem alegrias.

As músicas vira-vira, pelados em santos e mais o que for preciso dos Mamonas ajudará a compor nosso samba enredo.

Palavras chave:
Nação castelense ou castelo; Utopia; Saudades; Meteoro ou sucessos meteóricos; Mamonas ou Mamonas Assassinas; Música;

Não se prendam e sintam-se livres para criar.

Comentários do Facebook