Atual campeã do Especial faz viagem à Amazônia em busca do Bicampeonato

“O fortalecimento da liga passa por todos nós”
 
Continuando a série de entrevistas, hoje entrevistaremos a atual campeã, a Cupincha de Campo Grande. Depois de fazer um desfile arrebatador em 2016, a tricolor do Morro do Abutre busca em Pedro Teixeira a força pra conquistar o bicampeonato. César Maia, diretor de carnaval e carnavalesco da agremiação, conversou com o Erick Silva. Confira!

Uma escola do Especial sempre é cercada de alta expectativa, principalmente quando a escola é a atual campeã da Liga. Qual o projeto que a Cupincha busca apresentar no Carnaval 2017?

A Cupincha vem em busca do bicampeonato com um enredo sobre o militar e bandeirante Pedro Teixeira, no século 17, em pleno domínio espanhol (União Ibérica). Conquistando a confiança da Coroa Portuguesa e dos Tupinambás, ele liderou uma expedição de dois anos sobre o rio Amazonas e que garantiu a sua posse para Portugal e, hoje, para o Brasil. Suas lendas, lutas e o legado de sua fauna, flora e povo serão vistos com alegorias e fantasias de fácil leitura. Podem esperar uma escola com um conjunto forte em todos os quesitos. E com um samba forte.

O que levou a escola a aceitar esse desafio de contar uma história que não é tão lembrada pelos brasileiros?

A mesma ideia do desfile do ano passado. Cultuar a história de heróis que fizeram muito pelo país e que poucos conhecem ou pouco valorizam. Todo mundo fala de nordeste e de cordel, mas poucos sabem que Leandro Gomes de Barros é considerado o pai da literatura de cordel. Pedro Teixeira também é considerado o conquistador da Amazônia, mas tem gente que nem conhece ou foi lá. Quando estive lá no ano passado vi que ele é muito exaltado pelo seu povo. Pra se ter uma ideia, Pedro Teixeira é considerado um herói em Portugal, e ninguém praticamente sabe disso aqui no Brasil. Sem contar os mitos, lendas, a fauna, a flora e a cultura indígena, tudo foi inspiração pra gente optar por esse enredo.

Durante o processo de pesquisa do enredo surgiram outras ideias? Se sim, elas poderão ser aproveitadas no futuro?

Sim, mas são segredo, rsrs.

Qual foi a inspiração que o levou para falar sobre o conquistador Pedro Américo?

A sua história, a história da Amazônia e do Brasil, e o seu legado.

O samba, como você disse anteriormente, é forte e vem sendo considerado um dos destaques da safra este ano. O que ele significa pro enredo e pro desfile que a escola busca apresentar esse ano?

Ele traz a garra e o espírito de luta dos portugueses e dos índios tupinambás e retrata bem o misticismo do Amazonas, com expressões indígenas e letra forte

Como foi o processo de desenvolvimento do desfile?

Tudo dentro do cronograma. Começamos no fim do ano passado. Estamos na fase de acabamento nas próximas semanas. Primeiro a sinopse, depois a ideia dos setores e, por fim, definimos em cada setor o que viraria fantasia e o que seria alegoria. E, por fim, muitas conversas pra definir como seriam as fantasias e as alegorias. Ou seja, bastante trabalho rsrs.

Durante o desenvolvimento, a escola enfrentou algum contratempo?

Por enquanto… Não. Mas ainda não acabou… Rsrsr. Mas a maior dificuldade, sempre, é a definição do enredo. Todo ano é a fase mais difícil pra qualquer escola. Depois é só seguir o cronograma

Pode mostrar um pedaço do que a escola vai apresentar ou vai esconder o jogo até o dia do desfile?

A surpresa faz parte do processo de condução do desfile, apesar de todo mundo querer ver alguma coisa antes dos desfiles, até pra saber como a escola virá. Mas vamos manter segredo até o dia do desfile rsrs.

Gostaria de fazer algumas considerações finais?

Desejar um bom carnaval a todos e parabenizar a todos que fazem o carnaval da Liesv, entre diretores, integrantes das escolas e aficcionados pelo carnaval. O fortalecimento da liga passa por todos nós.

 

A Cupincha encerra os desfiles do Carnaval Virtual 2017 no sábado dia 26/08. Confira aqui a sinopse da agremiação.

Para conhecer a LIESV acesse o nosso site clicando aqui. Curta a nossa FanPage no Facebook e faça parte do nosso grupo também no Facebook.




Comentários do Facebook