Amigos do Samba lança seu enredo pro Grupo de Acesso A

A Amigos do Samba divulgou o seu enredo para o Carnaval Virtual 2017. A escola campeã do CAESV em 2016 volta à LIESV com o enredo “A Amigos é Sinistra!” de autoria de Leandro Kfé. Confira a sinopse abaixo.

 

LIESV – CARNAVAL VIRTUAL 2017

Enredo: A Amigos é Sinistra!

Hoje a Amigos do samba levanta a bandeira em homenagem a todos aqueles que têm no lado esquerdo o seu maior potencial. Canhotos, Sinistros tantos nomes para se chamar e uma pergunta no ar: Será que é errado ser de esquerda? Ser do povo da mão esquerda… De onde será que veio tanto julgamento e perseguição. A Amigos do samba faz uma homenagem a todos que pertencem a essa classe e neste carnaval A Amigos é canhota e muito sinistra!

A Amigos é Sinistra!

“Me dirijo a todos os amigos da juventude
e os convoco a direcionar sua compaixão
ao meu destino triste para remover
os preconceitos dos quais sou vítima.
 
Benjamin Franklin

Minha forma de ser é única
Existem vários jeitos que você pode me chamar
Pois eu tenho em minha essência
Um jeito sinistro de me comunicar
Então não queira me julgar
Saiba que, desde os tempos da Criação.
Quando da costela esquerda de Adão
A mulher surgiu e pouco depois
O pecado e a tentação chegaram ao paraíso
Tudo ligado ao meu lado era associado ao pecado

Enquanto a Direita de Deus é destinada aos Favoritos
Do meu lado ficavam os não seguidores, malditos.
Para muitos, sou a mão que não sabe dar, apenas receber.
A cria do diabo, O lado errado.
A igreja também contribuiu
E a minha negativa fama conseguiu aumentar
Associou-me a morte e a bruxaria
E dos inquisidores gritos ardentes se ouvia
Queima! Queima! Queima!

Mas, para que essas amarras?
Qual o motivo de tanta perseguição, ao lado esquerdo!
Tem explicação para tanto medo
Por que será que tantos povos enxergam assim?
Direita… Vida, Poder ativo, Caminho do bem!
Esquerda…  Porta do pecado, o mórbido o mal, o “lado profano”
Será que não há algum engano?
Difícil responder

Tantos duelos com a direita, sem mesmo eu saber por quê
Nas línguas, também sou um lado mal “falado”
Suspeito e ameaçador, desajeitado, maldito
Entre outras coisas é como me traduzem
Até o Latim um dia me defendeu e “sinister” era para “afortunado”
Mas segui carregando esse fardo, só o grego ficou ao meu lado!
E me define “arístera”, ou seja “melhor”

Entre hábitos e costumes dos tempos antigos
Levei a pior contra o lado oposto
Pois enquanto ela bem limpa em tudo podia tocar
Eu era a mão suja, a de se lavar…
Então a ninguém podia cumprimentar
E de nada que era santo me aproximar
Mas contrapartida, ganhei a defesa do povo escoteiro.
E entre eles o cumprimento esquerdo era oficial
Pois era o sinal de Lealdade e confiança.

E no passar do tempo foram tantos desafios
Pois o mundo me ignorava e nada adaptado criava
Se você é assim e também é um dos meus
Deve se identificar e lembrar-se das dificuldades
Abrir uma lata parecia tarefa impossível
Usar a tesoura sempre de forma incomum
Pegar uma faca e nada cortar
Chegar na escola e sentar todo torto na carteira escolar
E escrever feito um gancho e a folha borrar
Passar a marcha do carro, eu, a esquerda? Nem pensar

Assim segui a vida, junto a tantos bravos gênios e lutadores!
Que em diversas áreas sempre tiveram destaque
De Bethoven a Charles Chaplin
De Hans Christian Andersen a Leonardo Da Vinci
De Picasso a Michelângelo
Napoleão, Nietzsche também, entram na lista
Marilyn Monroe, Paul McCartney, Ringo Starr
Quanta gente boa, que encanta e tanto nos fez e faz sonhar.
Tem bola no chão e bola no pé!
Entre Rivelino, Maradona e tantos outros craques
A bola rola sem parar, parecendo um tesouro
Até chegar aos pés de Gerson – “Canhotinha de Ouro”

Somos talentos, com os pés ou com as mãos
E em cada nação lutamos dia a dia
Pela igualdade e reconhecimento
E hoje abraçados por esse movimento chamado carnaval virtual
A mensagem de luta e persistência ganha forma
E todos os esquerdos, canhotos, sinistros se fazem presentes…
Eu sou a mão da aliança, ligada diretamente ao coração
Onde essa homenagem tem lugar especial, não tem jeito.
Afinal, Amigos é coisa pra se guardar, do lado esquerdo do peito!

Autor: Leandro Kfé


Regras do Concurso de Samba Da Amigos do Samba:

– O compositor poderá enviar quantos sambas quiser;
– Os sambas poderão ser solo ou em parceria;
– Os sambas serão recebidos até o dia 19 de março de 2017.
– Enviar um arquivo de áudio do samba enredo e um arquivo da letra do samba para o e-mail: rangel.leandro@gmail.com
– A final será realizada dia 25 de março de 2017.
– Compositores que tiverem alguma dúvida em relação ao enredo e a sinopse entrem em contato com a escola através do mesmo e mail ou via whatsapp; 021 993382743
– Tenha a total liberdade para compor e o mais importante divirtam-se compondo.
Comentários do Facebook